Histórias do começo e do fim do mundo – o contato do povo Paiter Suruí

Versão digital em PDF,  266 páginas.
Organização: Angela Pappiani e Inimá Lacerda
Ikorê – 1ª edição

Download gratuito

Os primeiros contatos do povo Paiter Suruí com os Yara, os não indígenas, aconteceu no final da década de 1960, em pleno regime militar, quando a ordem era “ocupar o imenso vazio da Amazônia, levar o progresso para o deserto verde”. Esse movimento de ocupação no Estado de Rondônia levou à morte milhares de indígenas, de diversos povos.

Nossa vontade era trazer a voz do povo Paiter Suruí, em primeira pessoa, a um público amplo, promovendo uma reflexão sobre a relação da nação brasileira com os povos originários, sobre as políticas de ocupação dos territórios ainda preservados, da apropriação dos recursos naturais, sobre o modelo de desenvolvimento que beneficia unicamente as grandes corporações em detrimento da população e da natureza. Assim nasceu o projeto “Histórias do começo e do fim do mundo – o contato do povo Paiter Suruí”.

O projeto aconteceu durante todo o ano de 2016, com apoio financeiro da instituição Forest Trends, através de seu Programa Comunidades.

O resultado de um ano de mergulho na história do povo Paiter, de andanças por 28 aldeias em Rondónia e Mato Grosso sempre em companhia de Anine Suruí, grande líder e sábio desse povo,  gerou esse livro com  narrativas tradicionais e depoimentos de 17 anciãos que viveram o tempo antigo, de fartura e liberdade dentro das florestas e o tempo da invasão de seu território tradicional, que resultou em conflitos e no contato com a frente de atração da Funai, em 1969.

 

Copyright 2020 © Ikore Produções - Desenvolvido por Pedro Volcoff